Diagnóstico de saúde de um Município Paulista de pequeno porte: Dados preliminares

Authors

  • Carolina Beil
  • Carlos Augusto Rodrigues Padilha
  • Janise Braga Barros Ferreira
  • Luciana Cisoto Ribeiro
  • Luciane Loures dos Santos

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv2n5-015

Keywords:

Indicadores de Morbimortalidade, Saúde da População Rural, Cidades Pequenas, Redes de Atenção à Saúde

Abstract

A maioria dos municípios brasileiros (70%) possui menos de 20.000 habitantes e apresentam semelhanças quanto às doenças mais prevalentes, características dos serviços e indicadores de saúde. Foi desenvolvido um estudo descritivo e retrospectivo em Cássia dos Coqueiros, um município de pequeno porte com características rurais no estado de São Paulo. Avaliou-se o perfil de morbimortalidade, cujas principais causas de internação foram gravidez, parto e puerpério, doenças cardiovasculares, causas externas, seguidas das doenças digestivas e respiratórias. As causas mais frequentes de mortalidade foram as doenças cardiovasculares, neoplasias, doenças respiratórias, causas externas e infecciosas. Estes achados contribuem para a compreensão da realidade sanitária de municípios rurais, suas potencialidades e debilidades, possibilitando a produção de informações acerca da situação sanitária e de gestão, as quais poderão subsidiar a construção de futuras políticas públicas do setor saúde.

Published

2020-10-30

How to Cite

BEIL, C. .; PADILHA, C. A. R. .; FERREIRA, J. B. B. .; RIBEIRO, L. C. .; SANTOS, L. L. dos . Diagnóstico de saúde de um Município Paulista de pequeno porte: Dados preliminares. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 2, n. 5, p. 286–289, 2020. DOI: 10.46814/lajdv2n5-015. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/79. Acesso em: 18 may. 2022.