Kinetic study of methanolysis of African palm oil (Elaeis Guineensis) for biodiesel production

Estudio cinético de la metanólisis del aceite de palma africana (Elaeis Guineensis) para la producción de biodiesel

Authors

  • D. Alvarez Barrera

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv3n5-039

Keywords:

African palm, kinetics, transesterification, saponification, biodiesel

Abstract

Biodiesel is nowadays one of the most important biofuel alternatives for diesel engines. The feasibility of its production on each country depends mainly on the raw material selected for this purpose and its availability. African palm has proved to be a good alternative for biodiesel’s production in countries close to Ecuador due to the weather conditions help to have high oil yields by hectare.  Kinetics of transesterification of this oil with methanol in a basic catalytic medium with sodium hydroxide was studied doing a statistical analysis to find the ratios of methanol and catalyst that allow the best yield of biofuel.  The hydroxide ratio found was 0.6 % w/w and the best methanol molar ratio was 5:1. Yields over 90% were obtained at low-medium temperatures in reaction times of 25 minutes. Kinetics of esterification of fatty acids with sodium hydroxide was also obtained as a complement of the study to show the impact of saponification in biodiesel’s production.

 

O biodiesel é hoje em dia uma das mais importantes alternativas aos biocombustíveis para motores diesel. A viabilidade da sua produção em cada país depende principalmente da matéria-prima seleccionada para o efeito e da sua disponibilidade. A palma africana provou ser uma boa alternativa para a produção de biodiesel em países próximos do Equador, devido às condições climatéricas que ajudam a ter elevados rendimentos petrolíferos por hectare.  A cinética de transesterificação deste óleo com metanol num meio catalítico básico com hidróxido de sódio foi estudada fazendo uma análise estatística para encontrar os rácios de metanol e catalisador que permitem o melhor rendimento do biocombustível.  A razão de hidróxido encontrada foi de 0,6% p/p e a melhor razão molar do metanol foi de 5:1. Produções superiores a 90% foram obtidas a baixas temperaturas médias em tempos de reacção de 25 minutos. A cinética de esterificação de ácidos gordos com hidróxido de sódio foi também obtida como complemento do estudo para mostrar o impacto da saponificação na produção de biodiesel.

Published

2021-10-07

How to Cite

BARRERA, D. A. . Kinetic study of methanolysis of African palm oil (Elaeis Guineensis) for biodiesel production: Estudio cinético de la metanólisis del aceite de palma africana (Elaeis Guineensis) para la producción de biodiesel. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 3, n. 5, p. 3217–3229, 2021. DOI: 10.46814/lajdv3n5-039. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/789. Acesso em: 28 oct. 2021.