Análise da contribuição da cintilografia de perfusão miocárdica na decisão entre tratamento clínico vs. revascularização em pacientes com doença coronariana

Analysis of the contribution of myocardial perfusion scintigraphy at the decision between clinical treatment vs. revascularization in patients with coronary disease

Authors

  • Artelho de Freitas Guimarães Júnior
  • Tathyanne Tremura Rezende
  • Nagib Yassin
  • Jair Pereira de Melo Júnior
  • Whemberton Martins de Araújo

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv3n4-059

Keywords:

doença coronariana, cintilografia miocárdica, estratificação de risco

Abstract

Um método diagnóstico comumente utilizado por especialistas na detecção da Doença Arterial Coronariana (DAC) é a Cintilografia de Perfusão Miocárdica (CPM). Segundo Lindner et al. (2007), esse método oferece a possibilidade de estabelecimento de indicadores quantitativos que permitem a instituição de estratificações de risco cardíaco. O presente trabalho visou estabelecer um ponto de corte (“cut off”) baseado em um desses índices de estratificação - “SSS%” - capaz de influenciar na decisão terapêutica entre dois tipos de tratamento para DAC disponíveis – clínico (farmacológico) ou invasivo (angioplastia ou revascularização miocárdica). Além disso, este estudo também objetivou fornecer informações clínicas pertinentes que possam auxiliar os profissionais da área na propedêutica para DAC. Foram avaliados, indiretamente, sem acesso a prontuário, a partir de dados registrados em equipamento específico, via código de identificação, 2.529 pacientes. Desse total, foram analisados 129, dentre os  quais 39,53% se submeteram ao tratamento clínico e 60,47% se submeteram ao tratamento invasivo para DAC após o resultado do primeiro exame. Houve quantidade importante de pacientes submetidos ao tratamento invasivo que apresentou piora do estado de perfusão cardíaca após a terapêutica e, no geral, os pacientes submetidos ao tratamento clínico apresentaram maior redução dos defeitos perfusionais em relação àqueles submetidos ao tratamento invasivo. Não foi possível determinar o valor “cut off”; entretanto, através das análises com comprovação estatística, concluiu-se que pacientes com grandes defeitos perfusionais cardíacos apresentam resposta positiva ao tratamento invasivo. Pacientes com pequenos defeitos perfusionais apresentam piora quando submetidos ao tratamento invasivo.

 

A diagnostic method commonly used by specialists in the detection of Coronary Artery Disease (CAD) is the Myocardial Perfusion Scintigraphy (MPC). According to Lindner et al. (2007), this method offers the possibility of establishing quantitative indicators that allow the establishment of cardiac risk stratifications. The present study aimed to establish a cut-off point based on one of these stratification indexes - "SSS%" - capable of influencing the therapeutic decision between two types of available treatment for CAD - clinical (pharmacological) or invasive (angioplasty or coronary artery bypass grafting). In addition, this study also aimed to provide pertinent clinical information that may assist practitioners in the propedeutics for CAD. We indirectly evaluated 2,529 patients, without access to medical records, from data recorded in specific equipment via identification code. Of this total, 129 were analyzed, among which 39.53% underwent clinical treatment and 60.47% underwent invasive treatment for CAD after the result of the first exam. There was a significant number of patients undergoing invasive treatment that presented worsening of cardiac perfusion status after therapy and, in general, patients undergoing clinical treatment showed greater reduction of perfusion defects compared to those undergoing invasive treatment. It was not possible to determine the "cut off" value; however, through statistically proven analyses, it was concluded that patients with large cardiac perfusion defects have a positive response to invasive treatment. Patients with small perfusion defects show worsening when undergoing invasive treatment.

Published

2021-08-18

How to Cite

GUIMARÃES JÚNIOR, A. de F. .; REZENDE, T. T. .; YASSIN, N. .; DE MELO JÚNIOR, J. P. .; DE ARAÚJO, W. M. . Análise da contribuição da cintilografia de perfusão miocárdica na decisão entre tratamento clínico vs. revascularização em pacientes com doença coronariana: Analysis of the contribution of myocardial perfusion scintigraphy at the decision between clinical treatment vs. revascularization in patients with coronary disease. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 3, n. 4, p. 2519–2527, 2021. DOI: 10.46814/lajdv3n4-059. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/702. Acesso em: 27 may. 2022.