Uma Visita a Museu e a Possibilidade de Inclusão de Surdos

Authors

  • Fernando Barcellos Razuck
  • Renata Cardoso de Sá Ribeiro Razuck

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv2n5-004

Keywords:

Inclusão, Surdez, Popularização da Ciência

Abstract

Pode-se dizer que os museus e suas respectivas exposições museológicas têm um papel crucial no processo de inclusão social. No caso de exposições que envolvam temas ligado a questões científicas, podem também auxiliar na formação de conceitos na área. Dessa maneira, neste trabalho, estudou-se a visitação de um grupo de alunos surdos do Ensino Médio a uma exposição museológica científica, acompanhados por uma guia surda, da própria instituição, bem como por seus professores. Esta pesquisa teve como objetivo examinar de que maneira o conhecimento apresentado era compreendido pelos alunos, levando-se em consideração o impacto que um funcionário com as mesmas necessidades especiais, no caso um guia surdo, poderia causar no grupo de visitantes. Nesse sentido, entende-se que para facilitar o processo de inclusão de sujeitos com necessidades especiais, deve-se garantir a sua participação não só como espectadores, mas também como parte integrante do grupo de profissionais envolvidos no processo.

Published

2020-10-30

How to Cite

RAZUCK, F. B. .; RAZUCK, R. C. de S. R. . Uma Visita a Museu e a Possibilidade de Inclusão de Surdos. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 2, n. 5, p. 169–176, 2020. DOI: 10.46814/lajdv2n5-004. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/62. Acesso em: 2 jul. 2022.