A governamentalidade aplicada aos empreendimentos econômicos nanotecnológicos: a nanoética

Authors

  • Daniela Pellin
  • Wilson Engelmann

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv3n3-024

Keywords:

Nanotecnologia, Riscos, Governamentalidade, Gestão Corporativa, Emancipação, Gestão eficiente

Abstract

A nanotecnologia é um ramo eficiente das inovações. É a área da técnica que melhor atende às necessidades da globalização humana, econômica, social e política, diante da peculiar condição de agregar valor à industrialização de bens e serviços e o fortalecimento dos Estados. Entretanto, estão presentes os riscos ao homem e ao ecossistema que necessitam ser geridos de forma eficiente e responsável durante o ciclo de vida de um nanomaterial. A pesquisa enfrenta como tema, a construção adequada da NanoÉtica nacional. A problemática está na ausência de comprometimento social e gerenciamento eficiente dos riscos nanotecnológicos por parte dos agentes econômicos, assim como, a hipótese está na emancipação da governança corporativa pela governamentalidade do bem para a gestão eficiente, responsável e nanodemocrática. Para esse desiderato, o objetivo geral é inserir a governamentalidade na ética empresarial, e específico, emancipar a governança corporativa para inseri-la em uma visão estruturante da NanoÉtica. Como metodologia, o ensaio se socorrerá da coleta de dados, da revisão bibliográfica interdisciplinar e da análise sistêmica-construtivista.

Published

2021-06-04

How to Cite

PELLIN, D. .; ENGELMANN, W. . A governamentalidade aplicada aos empreendimentos econômicos nanotecnológicos: a nanoética. Latin American Journal of Development, v. 3, n. 3, p. 1301-1321, 4 Jun. 2021.