Instituições e sociabilidades: estratégias para a cidadania no oitocentos do Vale Do Paraíba Fluminense

Authors

  • Raimundo César de Oliveira Mattos

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv3n3-017

Keywords:

Sociabilidades, Boa Sociedade, Instituições

Abstract

A obtenção da cidadania no século XIX era um alvo perseguido por não poucos. Em um país que limitava esse direito a poucos elementos, estrangeiros e elementos que não possuíam um “nome de família” valiam-se de uma série de estratégias para alcançarem uma posição relevante no aristocrático Vale do Paraíba Fluminense. No entanto, também aqueles membros da “boa sociedade” procuravam criar e manter sua imagem diante de todos. Assim sendo, lançavam mão de instituições filantrópicas, religiosas, políticas e outras para se destacarem. Em Valença, situada na província fluminense, encontram-se alguns dos mais destacados exemplos disso, como o Conde de Baependy, criador e primeiro provedor da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia, o Visconde do Rio Preto e o Comendador Manoel Antônio Esteves. Esse trabalho procurar demonstrar como agiram esses elementos, em demanda da inserção social, da cidadania e da construção da auto-imagem.

Published

2021-05-31

How to Cite

MATTOS, R. C. DE O. . Instituições e sociabilidades: estratégias para a cidadania no oitocentos do Vale Do Paraíba Fluminense. Latin American Journal of Development, v. 3, n. 3, p. 1227-1236, 31 May 2021.