Gilberto Freyre e Walter Pater: violência e conservadorismo político atravessados pelo sagrado

Authors

  • Claudio Marcio Coelho
  • Marcia Barros Ferreira Rodrigues

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv3n3-015

Keywords:

Gilberto Freyre, Walter Pater, sagrado, conservadorismo político

Abstract

Neste trabalho, discutimos a repercussão da pequena narrativa literária The Child in the House (1878), do escritor inglês Walter Pater, na formação do cientista social Gilberto Freyre, no período que se inicia com seus estudos universitários nos Estados Unidos, em 1918, até a publicação de sua obra-mestra Casa-Grande & Senzala, em 1933. A partir da “circularidade das ideias”, conforme propõe Carlo Ginzburg, e a concepção de “apetite pelo sagrado”, do cientista político Gisálio Cerqueira Filho, da Universidade Federal Fluminense, discutimos como a dimensão do sagrado circulou entre as obras de Walter Pater e Gilberto Freyre, e foi apropriada pelo pensador brasileiro, orientando a construção de sua narrativa histórica, bem como sua predileção por temáticas que estão correlacionadas à estética (desejo de beleza) e religião (desejo de redenção). Discutimos como o sagrado invade, circula e atravessa a produção intelectual de Gilberto Freyre, no período supracitado.

Published

2021-05-28

How to Cite

COELHO, C. M. .; RODRIGUES, M. B. F. . Gilberto Freyre e Walter Pater: violência e conservadorismo político atravessados pelo sagrado. Latin American Journal of Development, v. 3, n. 3, p. 1198-1210, 28 May 2021.