Trazer à vida a pauta de 2002 como geração de democracia na Amazônia / Bringing to life the 2002 agenda as a generation of democracy in Amazonia

Authors

  • Ivânia Maria Carneiro Vieira

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv3n2-009

Keywords:

Políticas Públicas e Democracia, Indígenas, Narrativas Amazônicas

Abstract

Aspectos das políticas públicas de gênero na Amazônia brasileira são abordados neste texto tendo como elementos de reflexão as noções de democracia incompleta, democratização do Estado, e de centro e periferia, formuladas, respectivamente, por Sônia Draíbe (2014), Maria Lúcia da Silveira (2003); e Marcílio de Freitas e Marilene Corrêa da Silva Freitas (2000). Trata-se de exercício de observação do arcabouço democrático vigente na Região Amazônica e o grau de inclusão da agenda reivindicada por mulheres indígenas, em 2002, no eixo de lutas dos povos indígenas pela implantação de políticas sociais em comunidades indígenas amazônicas. A proposta é problematizar a ideia de políticas públicas de gênero na Amazônia a partir da agenda formulada no 1º Encontro das Mulheres Indígenas da Amazônia; parametrizar as políticas públicas de gênero e o alcance por mulheres e comunidades indígenas; e apresentar indicadores relacionados ao cumprimento da função institucional como agência promotora de inclusão social, de gênero e de direitos.

 

Published

2021-05-03

How to Cite

VIEIRA, I. M. C. . Trazer à vida a pauta de 2002 como geração de democracia na Amazônia / Bringing to life the 2002 agenda as a generation of democracy in Amazonia. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 606–617, 2021. DOI: 10.46814/lajdv3n2-009. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/247. Acesso em: 23 jan. 2022.