Utilização de medicamentos e risco de interações medicamentosas em uma instituição de longa permanência para idosos do Vale do Paraíba-SP

Authors

  • Fabíola Monteiro Querido Nascimento
  • Claudia Lysia de Oliveira Araújo
  • Natália Lemes Siqueira Aguiar de Souza

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv3n2-003

Keywords:

Enfermagem, Gerontologia,, Instituição de Longa Permanência para Idosos

Abstract

Estudo exploratório e retrospectivo, de abordagem quantitativa, que objetivou avaliar a polimedicação e os potenciais riscos de interações medicamentosas em idosos de uma instituição de longa permanência do Vale do Paraíba. A população foi constituída por 40 idosos institucionalizados, com predominância do sexo feminino e média de idade de 75,15 anos. Verificou-se que 38 idosos (95%) fazia uso de algum medicamento. A média do número de medicamentos por idoso foi de 5,8 medicamentos, sendo que o evento de polifarmácia, ou seja, o uso concomitante de cinco ou mais fármacos, ocorreu em 25 (62,5%) prontuários analisados. Foram encontradas um total de 127 interações entre medicamentos, onde 32 (80%) idosos deste estudo estavam expostos às interações medicamentosas, ficando evidente a relação direta entre a polimedicação e a possível ocorrência de interações medicamentosas.

Published

2021-05-03

How to Cite

NASCIMENTO, F. M. Q. .; ARAÚJO, C. L. de O. .; DE SOUZA, N. L. S. A. . Utilização de medicamentos e risco de interações medicamentosas em uma instituição de longa permanência para idosos do Vale do Paraíba-SP. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 540–552, 2021. DOI: 10.46814/lajdv3n2-003. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/239. Acesso em: 27 may. 2022.