Atos de fala performáticos e a produção de identidades fragmentadas

Authors

  • Naiara de Paiva Vieira

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv3n1-018

Keywords:

Performatividade, Atos de fala, Identidade

Abstract

Este artigo é o início de uma pesquisa desenvolvida na linha 2: Tradução e Práticas Discursivas, do Programa de Pós-Graduação em Letras: Estudos da Linguagem, da Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Depois de discutir sobre a questão da fragmentação identitária, se enfocará em como a linguagem performática produz efei- tos na sociedade e nos sujeitos. Primeiramente, a discussão partirá da relação entre cultura e identidade, segundo a visão de cultura de Vivan (2011), e a perspectiva teóri- ca de identidade de Hall (2005) e Bauman (2005). Posteriormente, se enfocará nos es- tudos pragmáticos de Austin, citado por Ottoni (1998). Para tratar da produção desses atos de fala, as contribuições de Muniz (2010), sobre as formas de exclusão que estão presentes na linguagem e a discussão de Rajagopalan (2000), sobre a linguagem politi- camente correta, serão discutidas. Por fim, se enfocará nos estudos de Pinto (2007) so- bre como os atos de fala fazem o corpo por meio da linguagem performativa.

Published

2021-02-25

How to Cite

VIEIRA, N. de P. . Atos de fala performáticos e a produção de identidades fragmentadas. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 3, n. 1, p. 163–174, 2021. DOI: 10.46814/lajdv3n1-018. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/194. Acesso em: 7 jul. 2022.