Lona Cultural Itinerante: Uma Proposta De Intervenção Política E Cultural

Authors

  • Marcia Barros Ferreira Rodrigues
  • Clarkson Machado Diniz
  • Rosely da Silva Pires

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv2n6-023

Keywords:

Política cultural, arte, juventude, crime, cidadania

Abstract

O presente artigo se inscreve no âmbito temático das políticas culturais e tem como objeto de reflexão o homicídio juvenil. O estado do Espírito Santo é tomado como escopo empírico, particularmente os municípios de Serra e Vitória. O objetivo geral é propor um projeto de intervenção e prevenção ao envolvimento dos jovens no crime do homicídio onde o Brasil e o ES ocupam lugar de destaque nas estatísticas criminais mundiais. O público alvo são jovens entre 12 e 18 anos em situação de vulnerabilidade social. A metodologia toma como ferramenta base  atividades artístico-culturais, articuladas a quatro princípios: o protagonismo, enquanto respeito ao desejo do sujeito; a responsabilização como processo de conscientização das consequências dos atos praticados, a sociabilidade positiva como aprendizado coletivo e solidário no uso do espaço comum e o principio fundamental do exercício consciente da cidadania.

Published

2021-01-28

How to Cite

RODRIGUES, M. B. F. .; DINIZ, C. M. .; PIRES, R. da S. . Lona Cultural Itinerante: Uma Proposta De Intervenção Política E Cultural. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 2, n. 6, p. 605–617, 2021. DOI: 10.46814/lajdv2n6-023. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/155. Acesso em: 2 jul. 2022.