Infecções nas gestantes e suas repercussões no concepto do instituto da mulher Dona Lindu na cidade de Manaus-AM

Authors

  • Maurício Diniz Santim
  • Marianna Facchinetti Brock
  • Lorena Candido Brandão
  • Gabriela Diniz Santim

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv2n6-021

Keywords:

Infecções, Puerpério, Gravidez, Amazonas, Manaus

Abstract

A população materna é alvo de grande incidência de infecções com repercussões agudas e crônicas para o feto. O potencial de envolvimento fetal pode causar aborto, entre outras complicações. Muitas infecções são assintomáticas em adultos; acometendo gestantes, estas podem transmiti-las a seus filhos no decorrer da gravidez, no parto ou no aleitamento. Embora seja um tema recorrente, há uma escassez de estudos sobre as infecções na gestação na Região Norte, deixando lacunas no conhecimento sobre a realidade local. Dessa forma, o objetivo principal deste trabalho foi analisar as infecções maternas mais frequentes e suas repercussões no concepto no Instituto da Mulher Dona Lindu na cidade de Manaus-AM. O estudo abordou 374 parturientes e seus recém-nascidos. Para melhor analise, as pacientes foram divididas em dois: não infectadas e infectadas. No grupo das pacientes não infectadas, 48%, a idade média foi de 25 (±6) anos, 91% são pardas e 32% em união estável. O grupo das infectadas foi de 52%, cuja principal infecção foi do trato urinário, atingindo 251 mulheres, cuja idade média foi de 24 (± 7) anos, 79,6% são pardas e 38% eram solteiras. Em relação ao concepto, dentre as pacientes não infectadas, 2% foram pre-termos, 3% com baixo peso ao nascer com media de 2.850g (±250g), nenhum caso de má-formação congênita ou alterações fetais, 84% dos RN ficaram em alojamento conjunto (ALCON), contra os de mãe infectada, 3.190 g (± 370g), desses, 92% à termo e 83% partos normais. 79% dos RN ficaram em ALCON, nenhum nasceu com má-formação ou patologias congênitas. Somente 17% apresentaram infecções ao nascer, tendo como causa principal bactérias (48%).

Published

2021-01-28

How to Cite

SANTIM, M. D. .; BROCK, M. F. .; BRANDÃO, L. C. .; SANTIM, G. D. . Infecções nas gestantes e suas repercussões no concepto do instituto da mulher Dona Lindu na cidade de Manaus-AM. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 2, n. 6, p. 589–600, 2021. DOI: 10.46814/lajdv2n6-021. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/151. Acesso em: 7 jul. 2022.