O Imaginário Coletivo de Médicos sobre o uso de Cannabis sativa

Authors

  • Isabela Raimundo Paranhos Giesta
  • Maria Auxiliadora Motta Barreto

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv2n6-012

Keywords:

Cannabis sativa, Public health, Doctors, Medical care, Psychoanalysis

Abstract

O uso de Cannabis sativa (maconha) é popularmente conhecido, sendo a droga ilícita mais comumente utilizada, e considerada por seus usuários como um entorpecente não prejudicial. O presente artigo tem por objetivo considerar o imaginário coletivo de médicos sobre o uso da maconha, pois, frequentemente, são estes os primeiros profissionais procurados quando a utilização dessas substâncias denuncia problemas de saúde. São estes, ainda, que posteriormente proporcionam um tratamento e/ou encaminhamento adequados aos usuários. Foram realizados encontros individuais com médicos voluntários, de variadas idades, especialidades médicas e ambos os sexos, utilizando o procedimento de Desenho-Estória com Tema, tendo por base a abordagem psicanalítica, ensejando captar campos psicológico-vivenciais não conscientes. 

Published

2021-01-28

How to Cite

GIESTA, I. R. P. .; BARRETO, M. A. M. . O Imaginário Coletivo de Médicos sobre o uso de Cannabis sativa. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 2, n. 6, p. 480–487, 2021. DOI: 10.46814/lajdv2n6-012. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/135. Acesso em: 17 aug. 2022.
<br data-mce-bogus="1"> <br data-mce-bogus="1">