Representação social de profissionais de saúde a respeito do aborto

Social representation of health professionals about abortion

Authors

  • Thiago Nascimento dos Santos
  • Mirian Yuriko Girata
  • Sebastião Junior Henrique Duarte

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv4n3-044

Keywords:

atenção primária à saúde, saúde sexual e reprodutiva, planejamento familiar

Abstract

Objetiva-se conhecer as representações sociais de profissionais de saúde que participam dos procedimentos para o aborto legal. Pesquisa exploratória de análise qualitativa, realizada em Campo Grande, MS. Participaram 14 profissionais de saúde atuantes na equipe que realiza os procedimentos para o aborto legal. Excluiu-se os que não foram localizados após três tentativas. A coleta de dados ocorreu em formulário com dados de caracterização e pela entrevista aberta, com a questão norteadora: conte-me como é seu trabalho na equipe multiprofissional para o aborto legal. A caracterização recebeu tratamento descritivo e as entrevistas foram transcritas e organizadas de acordo com o método do discurso do sujeito coletivo e analisadas à luz da Teoria das Representações Sociais. Os resultados revelaram que a maioria são do sexo feminino (92,8%), a média da faixa etária 44,7 anos (DP: 10,5) e com 6 anos de experiência profissional. As entrevistas resultaram em treze ideias centrais: dilema pessoal, os profissionais diante das mulheres, objeção de consciência, amparo legal aos profissionais, organização do serviço, dinâmica do cuidado à mulher, desconhecimento do planejamento familiar, assistência na atenção primária à saúde, barreiras socioeconômicas, adesão ao método contraceptivo, baixa percepção do risco de gravidez, situações indeferidas ao aborto legal e serviço de apoio nas gestações indesejadas. As representações sociais foram marcadas por sentimento de compaixão às mulheres que recorreram ao abortamento legal, especialmente por terem sido vítimas de violência sexual. Os participantes reconhecem o direito de a mulher decidir sobre manter a gestação ou não, mesmo que exista dilema ético envolvido.

Published

2022-06-23

How to Cite

DOS SANTOS , T. N. .; GIRATA, M. Y. .; DUARTE, S. J. H. . Representação social de profissionais de saúde a respeito do aborto: Social representation of health professionals about abortion. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 4, n. 3, p. 1217–1230, 2022. DOI: 10.46814/lajdv4n3-044. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/1102. Acesso em: 1 jul. 2022.