O conceito filosófico-científico do Cosmos como estrutura narrativa do conto fantástico "La Biblioteca de Babel"

The philosophical-scientific concept of the Cosmos as narrative structure of the "La Biblioteca de Babel" fantastic tale

Authors

  • Luis Antonio Mopi Lafuente

DOI:

https://doi.org/10.46814/lajdv4n3-004

Keywords:

literatura fantástica, filosofia, racionalismo científico

Abstract

As narrativas fantásticas do escritor argentino Jorge Luis Borges foram influenciadas pela leitura erudita da literatura clássica, daí que nas suas narrativas se possa detectar a presença de conceitos filosóficos usados como estruturas. O conto "La Biblioteca de Babel" é um exemplo deste tipo de procedimento, no qual o conceito filosófico-científico da Ordem do mundo, proposto pelos filósofos pré-socráticos com o nome de κόσμος (Cosmos na forma transliterada, Universo na tradição latina), não apenas funciona como estrutura do espaço ficcional da Biblioteca de Babel e proporciona o conteúdo e a forma do enredo, mas também é questionado e atacado mediante uma teoria que tem todas as aparências de um procedimento lógico correto e válido, a qual postula que a Ordem do mundo que nos rodeia é formada pela repetição cíclica da mesma Desordem. Esta teoria é um ataque fantástico ao cientificismo europeu que excluiu o sobrenatural e o irracional do mundo real, relegando-os ao campo das meras superstições e crenças populares, manifestação moderna do embate entre a razão científica e a antiquíssima razão mítica.

Published

2022-05-03

How to Cite

LAFUENTE, L. A. M. . O conceito filosófico-científico do Cosmos como estrutura narrativa do conto fantástico "La Biblioteca de Babel": The philosophical-scientific concept of the Cosmos as narrative structure of the "La Biblioteca de Babel" fantastic tale. Latin American Journal of Development, [S. l.], v. 4, n. 3, p. 675–694, 2022. DOI: 10.46814/lajdv4n3-004. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/jdev/article/view/1053. Acesso em: 18 may. 2022.