Perfil epidemiológico dos casos de Hanseníase no estado do Tocantins de 2014 a 2021

Epidemiological profile of Leprosy cases in the state of Tocantins from 2014 to 2021

Authors

  • Eduardo Fernandes de Oliveira
  • Victor Matheus Costa Cardoso
  • Lucas Alves de Andrade

Keywords:

hanseníase, perfil epidemiológico, saúde pública.

Abstract

Objetivo: Analisar o perfil epidemiológico da população diagnosticada com hanseníase no Estado do Tocantins nos anos de 2014 a 2021. Métodos: Pesquisa epidemiológica transversal, descritiva, quantitativa, dos casos registrados de hanseníase no período de janeiro de 2014 a outubro de 2021. Os dados foram coletados no Sistema de Informação de Agravos de Notificação e submetidos a estatística descritiva. Resultados: Foram identificadas 11868 notificações de hanseníase no período estudado, havendo uma queda nos casos a partir de 2018. Houve prevalência do sexo masculino (n = 6627 casos; 55,8%), da cor parda (n = 7825; 65,9%) e da faixa etária de 40 a 49 anos (n = 2386; 20,1%). A forma dimorfa se sobressai, com 7712 notificações (65,0%), e do tipo multibacilares, com 9867 casos (83,2%). Conclusão: A hanseníase ainda é um problema de saúde pública no Estado do Tocantins, embora tenha cura e tenha baixo índice de recorrência, é muito ativa na população. Medidas preventivas, promoção da saúde, treinamento multiprofissional e um diagnóstico precoce podem melhorar o prognóstico.

Published

2022-03-04

How to Cite

DE OLIVEIRA, E. F. .; CARDOSO, V. M. C. .; DE ANDRADE, L. A. . Perfil epidemiológico dos casos de Hanseníase no estado do Tocantins de 2014 a 2021: Epidemiological profile of Leprosy cases in the state of Tocantins from 2014 to 2021. Archives of Health, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 463–469, 2022. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/973. Acesso em: 27 may. 2022.