Impacto psicológico da COVID-19 em adolescentes

Psychological impact of COVID-19 on adolescents

Authors

  • Camilla Siqueira de Aguiar
  • Renata Maria Tinoco de Albuquerque Bastos
  • Maria Cecília Freire de Melo

Keywords:

infecções por coronavirus, transtornos de estresse traumático, adolescente.

Abstract

Este estudo trata-se de uma revisão de literatura propõe responder a pergunta norteadora: “A COVID-19 pode ocasionar algum impacto psicológico em adolescentes?”, utilizando a estratégia PECO.  Com os artigos analisados podemos verificar que nos últimos anos foram registradas várias epidemias e em todos estes casos, o estado de quarentena e isolamento foi sugerido para as áreas afetadas como forma de enfrentamento não farmacológico e contenção do contágio destas doenças, porém os aspectos psicológicos decorrentes destas são frequentemente desagradáveis e estressantes aos submetidos a essa medida. Observa-se que o desenvolvimento de transtornos de estresse pós-traumático, transtornos de ansiedade e depressão são mais frequentes na população de crianças e adolescentes, principalmente entre aqueles que foram submetidos a maiores períodos de quarentena. Com isso, conclui-se que enfrentamentos não farmacológicos para COVID-19 fazem-se necessários, porém, necessita-se de assistência psicológica a essa população a fim de minimizar os impactos psicológicos decorrentes das medidas de quarentena.

Published

2022-03-04

How to Cite

DE AGUIAR, C. S. .; BASTOS, R. M. T. de A. .; DE MELO, M. C. F. . Impacto psicológico da COVID-19 em adolescentes : Psychological impact of COVID-19 on adolescents. Archives of Health, [S. l.], v. 3, n. 2, p. 441–446, 2022. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/969. Acesso em: 27 may. 2022.