Uso de crack por filhos de mães usuárias dessa droga: revisão sistemática

Authors

  • Bárbara Borges D’Angelo
  • Ana Carolina Barreto Martyn Costa
  • Ana Clara de Moraes Bittencourt
  • Camila de Oliveira
  • Caroline Siriano Bonagura
  • Nathan Mendes Souza

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv1n5-013

Keywords:

Crack cocaine, mothers, child, drug users, epidemiology

Abstract

Objetivo: Revisar o conhecimento científico publicado sobre o uso de crack por filhos de mães que usaram/usam crack. Métodos: Revisão sistemática realizada nas bases de dados do Portal BVS, SciELO, Science Direct, Portal Periódicos CAPES e Google Acadêmico para encontrar artigos advindos das referências daqueles já incluídos. Os estudos foram avaliados por meio de ferramentas metodológicas reconhecidas. Resultados: Encontrou-se como fator de risco direto para o uso de crack por filhos de dependentes a influência familiar e social. Além disso, outros fatores de risco também foram comtemplados como a exposição pré-natal e a herdabilidade de vícios. Todavia, também foram abordados fatores protetores, sendo eles disponibilidade de informações, estrutura familiar protetora, a desaprovação do meio social ao uso da droga, o interesse familiar na vida da criança/adolescente e atividades socioeducativas. Conclusão: Não foi encontrada relação substancial entre o uso de crack durante a gestação por mães usuárias de crack e o futuro uso de seus filhos. Porém, foi constatado que a exposição pós-natal, por meio da influência familiar e social, é o principal fator de risco para o uso e abuso de drogas, especificamente o crack, principalmente se existir a convivência intima com um familiar usuário.

Published

2020-12-23

How to Cite

D’ANGELO, B. B. .; COSTA, A. C. B. M. .; BITTENCOURT, A. C. de M. .; OLIVEIRA, C. de .; BONAGURA, C. S. .; SOUZA, N. M. . Uso de crack por filhos de mães usuárias dessa droga: revisão sistemática. Archives of Health, [S. l.], v. 1, n. 5, p. 300–317, 2020. DOI: 10.46919/archv1n5-013. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/86. Acesso em: 1 jul. 2022.