Prevalência de cárie dentária na comunidade ribeirinha São José – Vila Arara, AM

Prevalence of dental care in the community riverside São José - Vila Arara, AM

Authors

  • Reuber Mendes Rocha
  • Andressa Ribeiro Araújo
  • Ighor Fernandes Prado
  • Vanessa Hayanne Ramos dos Santos
  • Julianna Amaral Cavalcante

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv2n6-002

Keywords:

Cárie dentária, Epidemiologia, Higiene bucal

Abstract

No Brasil, dados so SB Brasilrevelam maiores níveis de cárie na região Norte e menores nas regiões Sudeste e Sul. As populações ribeirinhas próximas à bacia hidrográfica amazônica possuem alta prevalência de cárie dentária aliada à dificuldade de acesso aos serviços de saúde, limitando ao acesso à prevenção e promoção e reabilitação em saúde bucal.. O objetivo desse estudo transversal quantitativo foi identificar o perfil epidemiológico da cárie dentária em moradores da comunidade ribeirinha São José – Vila Arara – Município de Caapiranga – Amazonas (AM). Para avaliação da condição dentária,  após aprovação do Comitê de Ética e Pesquisa do Centro Universitário de Anápolis – UniEVANGÉLICA (parecer 1.053.577) foram examinadas 281 pessoas, utilizando os índices preconizados pela OMS (WHO, 1997), CPO-D e ceo-d, no ano de 2015. Os resultados obtidos no levantamento epidemiológico demonstram que o índice de cárie (CPO-D e/ou ceo-d, de acordo com a faixa etária) foi de 20,27 (5 anos), 4,71 (12 anos), 7,51 (15 - 19 anos), 25,3 (35 - 44 anos ) e 30,4 (65 - 74 anos). Na análise de cada um dos componentes do índice CPO-D, observa-se que o componente cariado teve maior relevância nas idades de 12 e 15 - 19 anos. Já nas faixas etárias adulta (35 - 44) e idosa (65 - 74), o componente que mais contribuiu com o alto valor do índice foi o componente “perdido”. O índice de cárie dentária apresentou-se elevado, em todas as faixas etárias analisadas, sugerindo que a assistência à saúde bucal e as medidas preventivas básicas dessa comunidade apresentam-se insuficientes para o perfil epidemiológico da população.

 

In Brazil, data from the SB Brasil reveal higher levels of caries in the North region and lower levels in the Southeast and South regions. prevention and promotion and rehabilitation in oral health. The aim of this quantitative cross-sectional study was to identify the epidemiological profile of dental caries in residents of the riverside community São José – Vila Arara – Municipality of Caapiranga – Amazonas (AM). To assess the dental condition, after approval by the Ethics and Research Committee of the University Center of Anápolis – UniEVANGÉLICA (opinion 1,053,577), 281 people were examined, using the indices recommended by the WHO (WHO, 1997), CPO-D and ceo- d, in the year 2015. The results obtained in the epidemiological survey show that the caries index (CPO-D and ceo- d, according to age group) was 20.27 (5 years), 4.71 (12 years), 7.51 (15 - 19 years), 25.3 (35 - 44 years) and 30.4 (65 - 74 years). In the analysis of each of the CPOD index components, it is observed that the decayed component was more relevant at ages 12 and 15 - 19 years. In the adult (35 - 44) and elderly (65 - 74) age groups, the component that most contributed to the high value of the index was the “lost” component. The dental caries index was high in all age groups analyzed, suggesting that oral health care and basic preventive measures in this community are insufficient for the epidemiological profile of the population

Published

2021-09-23

How to Cite

ROCHA, R. M. .; ARAÚJO, A. R. .; PRADO, I. F. .; DOS SANTOS, V. H. R. .; CAVALCANTE, J. A. . Prevalência de cárie dentária na comunidade ribeirinha São José – Vila Arara, AM: Prevalence of dental care in the community riverside São José - Vila Arara, AM. Archives of Health, [S. l.], v. 2, n. 6, p. 1491–1501, 2021. DOI: 10.46919/archv2n6-002. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/769. Acesso em: 30 nov. 2021.