Contribuição das Internações por Condições Sensíveis à Atenção Primária nas internações hospitalares do estado do Maranhão entre 2010 e 2014

Contribution of hospitalizations for conditions sensitive to primary care in hospital admissions in the state of Maranhão between 2010 and 2014

Authors

  • Maria Sabrina Medeiros Olímpio
  • Renata Silva do Nascimento
  • Ana Priscila Medeiros Olímpio

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv2n5-003

Keywords:

Atenção Primária à Saúde, . Estratégia de Saúde da Família, Indicadores de Saúde Pública, Avaliação de Serviços de Saúde, Perfil de Internações Hospitalares

Abstract

A Atenção Primária a Saúde (APS), porta de entrada preferencial do sistema público de saúde, pode resolver até 90% dos casos que lhe são demandados. Logo, sua não efetividade aumenta a demanda nos demais níveis de atenção e afeta a resolutividade dos mesmos. Para avaliar a eficiência da APS, criou-se o indicador de Internações por condições Sensíveis à Atenção Primária (ICSAP), ou seja, internações evitáveis caso os serviços de atenção básica sejam efetivos e acessíveis. No Brasil, as ICSAP são listadas pelo Ministério da Saúde (MS) na Portaria N° 221, de 17 de abril de 2008, em 19 grupos de causas de internações e 74 diagnósticos.

Published

2021-07-28

How to Cite

OLÍMPIO, M. S. M. .; DO NASCIMENTO, R. S. .; OLÍMPIO, A. P. M. . Contribuição das Internações por Condições Sensíveis à Atenção Primária nas internações hospitalares do estado do Maranhão entre 2010 e 2014: Contribution of hospitalizations for conditions sensitive to primary care in hospital admissions in the state of Maranhão between 2010 and 2014. Archives of Health, v. 2, n. 5, p. 1416-1420, 28 Jul. 2021.