SUS e atenção primária: reflexões sobre a estratégia de saúde da família como importante ferramenta na articulação de ações Resolutivas para as comunidades

Authors

  • Lidiane Araújo Dias Faustino

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv2n3-038

Keywords:

Estratégia de Saúde da Família, Atenção Primária, Qualidade de Vida

Abstract

A partir do Curso de Especialização em Saúde da Família (CESF), este estudo versa sobre a importância da Estratégia de Saúde da Família (ESF) como reorientadora do modelo de assistência em saúde, desenvolvido através do Sistema Único de Saúde (SUS), em meados dos anos 90. Tem como principal objetivo apresentar as experiências de aprendizado desenvolvidas durante o curso, através de reflexão crítica sobre o processo acadêmico e visando a melhoria de competências, atitudes e conhecimentos. Para isso foi utilizada uma metodologia descritiva reflexiva, agrupando as idéias dos principais autores estudados e, acrescentando aos seus ensinos, comentários construídos a partir de conhecimentos adquiridos. Nesse agrupamento de portfólios, para atender a esse modelo dinâmico e pedagógico que é a ESF, dez tópicos foram analisados como importantes para a melhoria da prestação do cuidado dentro da Atenção Primária. As considerações finais evidenciam que o processo de trabalho, as práticas pedagógicas e a intersetorialidade são meios relevantes para a melhoria das práticas assistencialistas bem como o enriquecimento da política de problematização dentro de um território específico. Através da Atenção Primária as ações de promoção, prevenção e intervenção junto à família tornaram-se resolutivas para muitos casos além de ampliar o conceito de saúde para além da ausência de doença, melhorando a qualidade de vida da população atendida.

Published

2021-06-29

How to Cite

FAUSTINO, L. A. D. . SUS e atenção primária: reflexões sobre a estratégia de saúde da família como importante ferramenta na articulação de ações Resolutivas para as comunidades. Archives of Health, [S. l.], v. 2, n. 3, p. 607–645, 2021. DOI: 10.46919/archv2n3-038. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/406. Acesso em: 16 jan. 2022.