Opinião de idosos trabalhadores sobre sua qualidade de vida

Authors

  • Felipe Queiroz Dias Rocha
  • Marcelo Arruda Piccione

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv2n3-016

Keywords:

velhice, envelhecimento, biopsicossociais

Abstract

No mundo inteiro o número de idosos tem crescido. A velhice traz consequências psíquicas, físicas e sociais. Assim, muitas ponderações são levantadas sobre como a sociedade reagirá ao envelhecimento. Objetivou-se observar a qualidade de vida dos idosos trabalhadores e qual a influência dessas atividades em outras áreas de suas vidas. Foram coletados dados de 36 idosos de ambos os sexos que trabalham atualmente; os dados foram obtidos a esmo, para isso, foram utilizados 36 questionários com 46 questões fechadas e duas abertas. Aplicou-se o teste do Qui-quadrado para descobrir se existe diferença estatisticamente significante entre as variáveis. Destaca-se que 77,77% Discordam Totalmente da premissa de que não apreciam muito a vida; 66,66% Discordam Totalmente da hipótese de não receberem força pessoal e apoio provindo de Deus; 44,44% dizem aproveitar a vida Mais ou menos, 2=3,99 e c=9,48, não havendo diferença estatisticamente significante; 41,66% estão Satisfeitos com seu acesso aos serviços de saúde, 2=4,20 e c=9,48, não existindo diferença estatisticamente significante; 36,11% dizem-se Satisfeitos com seu meio de transporte, 2=2,20 e c=7,81, não havendo diferença estatisticamente significante. Conclui-se que os idosos trabalhadores estão satisfeitos com a maioria dos aspectos biopsicossociais que envolvem sua vida.

Published

2021-06-11

How to Cite

ROCHA, F. Q. D. .; PICCIONE, M. A. . Opinião de idosos trabalhadores sobre sua qualidade de vida. Archives of Health, [S. l.], v. 2, n. 3, p. 387–400, 2021. DOI: 10.46919/archv2n3-016. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/349. Acesso em: 23 jan. 2022.