O atendimento humanizado como fator de diferenciação do profissional da Odontologia em relação à pacientes fóbicos: Revisão de literatura

Authors

  • Francisco Célio de Oliveira
  • Márcio Sampaio de Marins

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv1n3-001

Keywords:

Ansiedade, medo, odontologia, humanização dos serviços, acolhimento

Abstract

Trata do atendimento humanizado como fator de diferenciação do profissional da odontologia em relação a pacientes fóbicos. O estudo surgiu da necessidade encontrada pelos cirurgiões-dentistas em prestar um atendimento que consiga diminuir a ansiedade e o medo em pacientes. A metodologia utilizada foi realizar uma revisão de literatura sobre o medo, ansiedade e fobias no tratamento odontológico, com o objetivo de propor uma alternativa de atendimento visando a humanização do atendimento e suas metodologias de ação, como alternativa de atuação em relação aos pacientes fóbicos em odontologia. Como discussão e resultados, pode-se afirmar que, apesar de todos os avanços na odontologia atual, as fobias odontológicas ainda se encontram muito presentes nos atendimentos de rotina e de emergência nos consultórios odontológicos, se tornando um problema de saúde pública. O atendimento humanizado se mostrou como uma alternativa viável para esse problema, pois, tem como base a escuta compassiva, que é uma tática barata e de fácil utilização e através dela se consegue acessar outros mecanismos de atendimento humanizado. Porém, esse tipo de atendimento requer dedicação e comprometimento por parte do cirurgião-dentista e, talvez, uma mudança no currículo do curso de odontologia que é extremamente técnico em detrimento à formação humanística.

Published

2020-08-17

How to Cite

OLIVEIRA, F. C. de .; MARINS, M. S. de . O atendimento humanizado como fator de diferenciação do profissional da Odontologia em relação à pacientes fóbicos: Revisão de literatura. Archives of Health, [S. l.], v. 1, n. 3, p. 78–94, 2020. DOI: 10.46919/archv1n3-001. Disponível em: https://latinamericanpublicacoes.com.br/ojs/index.php/ah/article/view/26. Acesso em: 18 may. 2022.