Reabilitação da capsulite adesiva após tratamento conservador de fratura proximal de úmero: Relato de caso

Authors

  • Vanessa da Silva Caiado
  • Cláudia Zornoff Gavazza
  • Guilherme Salcedo Areunete
  • Mariana Alonso Monteiro Bezerra
  • Letícia Del castillo Mathias
  • Adalgisa Ieda Maiworm Bromershenkel

DOI:

https://doi.org/10.46919/archv1n6-001

Keywords:

capsulite adesiva, reabilitação, fratura proximal de úmero

Abstract

 Introdução:  A capsulite adesiva é uma condição de etiologia incerta e pode estar associada a mecanismos pós traumáticos seguidos de longos períodos de imobilização causando dor e redução da amplitude de movimento (ADM) da articulação do ombro.

Objetivo: Descrever as técnicas e os resultados de um protocolo fisioterapêutico utilizado em um caso de capsulite adesiva após tratamento conservador de fratura proximal de úmero esquerdo.

Método: O indivíduo foi submetido a 2 sessões de fisioterapia por semana totalizando 25 sessões. Foram realizadas técnicas visando o aumento da amplitude de movimento como alongamento de cápsula articular, facilitação neuro muscular proprioceptiva e exercícios ativos com e sem carga.

Resultados e conclusão: Após o tratamento realizado houve aumento significativo da amplitude de movimento da articulação do ombro e redução da dor. O protocolo fisioterapêutico utilizado para reabilitação de capsulite adesiva após tratamento conservador de fratura proximal de úmero no caso relatado foi eficaz. 

Published

2020-11-19

How to Cite

CAIADO, V. DA S. .; GAVAZZA, C. Z. .; AREUNETE, G. S. .; BEZERRA, M. A. M. .; MATHIAS, L. D. CASTILLO .; BROMERSHENKEL, A. I. M. . Reabilitação da capsulite adesiva após tratamento conservador de fratura proximal de úmero: Relato de caso. Archives of Health, v. 1, n. 6, p. 393-395, 19 Nov. 2020.